O Auxílio Brasil começará uma nova rodada de pagamento a partir da próxima sexta-feira (10) com uma promessa do governo, o valor a ser pago será de R$ 400. Antes, o valor médio do Bolsa Família era de R$ 192. o  pagamento do Auxulio Brasil ocorrerá em 17 de novembro, o Auxílio Brasil começou a ser pago com um valor médio de R$ 217,18, ou seja, 17,84% de reajuste. Atualmente, 14,6 milhões de famílias estão sendo beneficiadas, no entanto, o governo pretende incluir mais 2,6 milhões de famílias nos pagamentos do Auxílio Brasil, que segundo o Ministério da Cidadania, zeram a fila de espera.


Esse pagamento foi realizado com a anuência da PEC dos Precatórios, que é responsável por parcelar a dívida judicial da aliança. O cronograma de pagamentos é de 10 a 23 de dezembro.

Os pagamento do Auxilio Brasil começaram em 17 de novembro, mesmo dia em que o governo emitiu o último lote de ajuda emergencial criada em resposta à pandemia de Covid.

O Auxílio Brasil substituirá o Bolsa Família e aumentará o número de beneficiários e o valor médio pago. Atualmente, o programa de assistência cobre 14,6 milhões de famílias pobres e extremamente pobres.

Quem tem direito a receber o auxilio Brasil

Segundo o texto, têm direito ao Auxílio Brasil:famílias em situação de pobreza, cuja renda familiar per capita mensal se situe entre R$ 105,01 e R$ 210;

famílias em situação de extrema pobreza, com renda familiar per capita mensal igual ou inferior a R$ 105.

Conforme a MP, famílias em situação de pobreza só serão elegíveis se possuírem, em sua composição, gestantes, nutrizes ou pessoas com até 21 anos incompletos que tiverem concluído a educação básica ou que estejam nela matriculadas.

A MP fixa como condicionantes para a manutenção da família como beneficiária do programa:

realização do pré-natal;

cumprimento do calendário nacional de vacinação e ao acompanhamento do estado nutricional;

frequência escolar mínima.

O texto estabelece ainda que um regulamento específico deverá ser editado para especificar quais serão os efeitos do descumprimento das condições impostas.

Os benefícios serão pagos por meio da conta poupança social ou por contas-correntes regulares. Quem for inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) poderá abrir, de forma automática, uma conta do tipo poupança social digital para receber o pagamento.

O valor da parcela, que pode chegar a R$ 400, não é fixo. Vvaria de acordo com os benefícios financeiros que constituem o Auxílio Brasil:

Benefício Primeira Infância, no valor de R$130 mensais - Esses recursos são destinados às famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza que tenham em sua composição crianças com idade entre 0 e 36 meses incompletos, pago por integrante que se enquadre em tal situação;

Benefício Composição Familiar no valor de R$ 65 mensais - Destinado às famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza que possuam, em sua composição, gestantes, nutrizes ou pessoas com idade entre 3 e 21 anos incompletos, pago por integrante que se enquadre em tais situações;

Benefício de Superação da Extrema Pobreza - Pago às famílias em situação de extrema pobreza, cuja renda familiar per capita mensal, mesmo somada aos benefícios financeiros anteriores eventualmente recebidos, seja igual ou inferior ao valor da linha de extrema pobreza;

Benefício Compensatório de Transição - Concedido às famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família que tiverem redução no valor financeiro total dos benefícios recebidos, em decorrência do enquadramento na nova estrutura de benefícios financeiros previstos no novo programa.


Auxílio Brasil: como acessar o aplicativo do programa

O novo aplicativo substitui o antigo app do Bolsa Família. Quem já tinha o app do Bolsa deve apenas atualizá-lo para a nova versão, pela loja de aplicativos do próprio celular, caso a atualização não seja feita de forma automática.

1) Baixar o aplicativo oficial
- clique aqui para instalar em celulares Android
- clique aqui para instalar em celulares Apple

2) Abrir o app e clicar em 'consultar'

3) Escolher o acesso usando
- a senha que já era usada no aplicativo do Bolsa Família (clicar em senha do Auxílio Brasil), OU
- a senha do Caixa TEM, OU
- se cadastrar no aplicativo

Forma de pagamento do Auxílio Brasil

O pagamento do Auxílio Brasil deve continuar como ocorre no Bolsa Família, de forma escalonada, conforme o final do Número de Identificação Social (NIS). Além disso, os beneficiários devem continuar recebendo a quantia na conta Poupança Social Digital.

Com isso, os bancarizados podem fazer compras e pagamentos pelo Caixa TEM. Além disso, podem fazer transferências bancárias para qualquer instituição, sem nenhum custo, desde que esteja dentro das limitações da cesta gratuita.

O Caixa TEM não cobra nenhuma cesta, mas possui algumas limitações. Sendo assim, são permitidas transferências de até R$ 600, com o limite diário de R$ 1.200 e mensal de R$ 5.000. O limite mensal é de até três movimentações, porém, para contas da Caixa Econômica não há limitações.

Fonte: G1 g1.globo.com/economia/noticia/2021/11/18/auxilio-brasil-como-acessar-o-aplicativo-do-programa.ghtml