Agora você pode usar sua conta do Nubank na opção PIX parcelado. Isso mesmo! A Nubank agora para pagar suas compras depois via PIX ou debito. Já disponível via cartão de crédito e agora via PIX a opção permitirá que os clientes paguem as compras com Pix Parcelado ou débito.

O Nubank continua sendo um dos bancos digitais mais importantes. Não há dúvidas de que o Nubank sabe entregar novidades aos clientes. Há sempre um novo tipo de serviço que atende aos consumidores. Uma dessas medidas é a amortização da dívida.


O banco digital Nubank revolucionou a maneira como lidamos com nossas finanças. Agora está tudo a apenas um clique de distância. Por meio de aplicativos e sites, atendemos nossas necessidades pela internet ou pelo celular. São atendimento muito rápido e prático.

Não importa o quão planejadas e controladas sejam suas finanças, sempre haverá despesas inesperadas naquele mês. Pensando nesses momentos prementes, o Nubank deu mais um passo para simplificar a vida financeira das pessoas.

Como realizar o parcelamento via Pix Nubank?

Como funciona a função pagar depois de uma compra feita na função débito do Nubank?

A nova função pode ser usada para dividir compras em até 12 vezes. A quantia precisa ter sido paga à vista, em transações em que não há possibilidade de parcelamento no ato da compra.

Para pagar com Pix Parcelado Nubank, basta acessar o app e fazer assim:

Acesse a compra que deseja parcelar e clique na opção “Pague essa compra no futuro” – ela deve aparecer no seu histórico;

Selecione a opção “Pagar depois”;

Leia os termos e clique em “Continuar”;

Simule os prazos e condições de pagamento;

Confirme!

O valor da compra volta automaticamente para a sua conta. Por exemplo: Se você fizer uma compra de R$100 e escolher parcelar em 2x, nos próximos dois meses, na data de vencimento, você irá pagar R$50 + juros. É possível ver todas as informações do seu contrato na hora da simulação. Esses valores são debitados da conta do Nubank de forma automática.

É importante lembrar que o valor total da transação não pode ser menor do que R$ 30, e que esse recurso não deve ser usado para adiar o pagamento de qualquer compra já que o parcelamento tem juros. 

Afinal o que é e como funciona o parcelamento com Pix?

O Banco Central liberou essa nova função do Pix e alguns bancos e fintechs acrescentaram essa possibilidade em seus aplicativos. A ideia é que a pessoa receba o valor total do pagamento, à vista, ao passo que, quem paga, pode parcelar o valor. Tudo isso sem a necessidade de um cartão de crédito para incluir na operação.

Os juros dessa nova fase, entretanto, ainda não foram definidos pelo Banco Central. Dessa forma, cada instituição financeira tem adotado um caminho. Por enquanto, apenas o Santander, Mercado Pago e PicPay e agora Nubank disponibilizaram o parcelamento do Pix, cada um com algumas regras diferentes.

No Santander, o lançamento veio pelo “divide o Pix” e deu a possibilidade de parcelar um valor do Pix em até 24 vezes, com parcelas a partir de R$ 5. A contratação é simples e 100% digital, deve ser solicitada pelo aplicativo do banco. A taxa de juros para o Santander é de 3,09% ao mês.

Para o Mercado Pago, o parcelamento do Pix só funciona para quem já tenha uma linha de crédito pré-aprovada dentro da instituição financeira, que tenha um valor igual ou maior do que a compra desejada. Diferente do Santander, o Mercado Pago permite o parcelamento em até 12 vezes, com valor mínimo de R$ 15 por parcela.

Por fim, para o PicPay é necessário o uso da carteira digital. O limite do cartão de crédito pode ser utilizado para fazer um Pix — o que ajuda o usuário nos momentos em que é necessário enviar uma certa quantia, mas não há dinheiro na conta. O valor da transferência poderá ser parcelado em até 12 vezes e será transferido ao valor da fatura.

Quanto ao uso comum do Pix, a tendência é que os números continuem crescendo. Para este ano, o Banco Central divulgou algumas novidades que já estão em andamento e devem ser lançadas em breve. Ainda em 2022, será possível realizar transações por Pix mesmo offline, sem conexão com a internet. Além disso, a ferramenta deve ter um sistema de pagamentos instantâneos para transações internacionais e funcionar como débito automático.

Conclusão: O Nubank explica que todas as compras podem ser divididas em até 12 vezes. O valor mínimo para optar pelo parcelamento é de R$ 30, sendo que a fintech também alerta: esse recurso não deve ser usado para adiar o pagamento de qualquer compra já que o parcelamento tem juros.

O parcelamento pode ser realizado de forma simples e rápida pelo app do Nubank. O cliente deve entrar em sua conta e procurar em seu histórico a compra que deseja parcelar. Após selecionar a transação, o usuário deve tocar na opção “Pague essa compra no futuro”.

O app vai abrir uma nova tela e o cliente deve tocar em “Pagar depois” na parte inferior. Depois, serão apresentados os termos da operação, com os quais o usuário deve concordar ao selecionar “Continuar”.


Por fim, os prazos e as condições de pagamento, como taxa de juros, valor e data de pagamento das parcelas, podem ser simulados. Após configurar todas as opções, basta clicar em "Confirmar".


Ao consultar o histórico, o pagamento passará para o status de “compra parcelada”, e as condições selecionadas podem ser consultadas a qualquer momento.